ORIGEM HISTÓRICA DO ADVOGADO

A advocacia é uma das mais antigas profissões da história da humanidade. Na antiguidade era exercida pelo espírito de solidariedade, num sentimento grato de ajudar os desprotegidos, vítima da arbitrariedade dos julgadores. Essas pessoas, normalmente instruídas e idôneas, não recebiam honorários e defendiam que não há verdadeira justiça, sem que fosse reconhecido o direito de defesa do acusado.   

                   Nos tempos mais remotos, o direito era de origem religiosa, fazendo com que os sacerdotes exercessem a função de principais juízes, onde também os templos sagrados serviam de tribunais.

                  Para um bom advogado deve ter quatro principais características: oratória, virtude, idoneidade e saber. Na Grécia o culto do Direito atingiu um prestígio enorme após reformas de Dracon e Sólon, homens destacados em 621 aC para preparar um código de leis escritas, só podiam exercer a advocacia, homens livres  e de reputação ilibada.  

                  A palavra advogado vem do latim “ad-vocatus”, significa aquele que foi chamado para socorrer outro perante a justiça. O símbolo da justiça é a balança com dois pratos, que pesa as ações dos homens, segurada por Themis, divindade grega com uma venda nos olhos demonstrando o não preconceito de cor, raça, credo, classe social, opção sexual, a justiça não enxerga as aparências, apenas sente o peso das conseqüências; e na outra mão a espada, com seus dois fios que representa recompensa para os bons e punição para os maus, o poderio.    

                   A primeira Universidade do mundo que ministrou um curso de Direito foi em Bolonha, Itália em 1.150. No Brasil, no período colonial, o advogado era bacharel em Direito de Coimbra, Portugal. A profissão se concretizou em 18 de abril de 1843 com o surgimento do Instituto Dos Advogados Brasileiros, que previa no estatuto organizar a ordem dos advogados em proveito da jurisprudência que somente quase um século depois, em  18 de novembro 1.930 foi criado a Ordem Dos Advogados do Brasil.

                 Uma curiosidade da profissão é que em 11 de agosto de 1827, dia inclusive que é comemorado o dia do advogado, Dom Pedro I concedeu aos operadores do Direito o título de doutor, independentemente da defesa da tese para o título de doutor e que a primeira mulher a ser formar bacharel em Direito foi Maria Augusta Saraiva em 1.902 na Universidade de São Paulo (USP).

Vera Jakimiu, Estudante de Direito na Faculdade de Direito de Itu e Farmacêutica, formada pela Universidade Federal de Santa Catarina.

CapivariOnline no Face