A jornalista capivariana e secretária de comunicação, Andréa Palhardi Bombonatti recebe o Prêmio Yara de comunição.

Em uma noite memorável, os Comitês das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (Comitês PCJ) homenagearam autoridades, ex-presidentes e personalidades que tiveram algum tipo de participação na história dos Comitês. O ponto alto da noite foi a divulgação dos vencedores do Prêmio Yara de Comunicação.

Na noite da última sexta-feira (22), o salão de festas do Espaço Beiro Rio recebeu convidados, autoridades e representantes da imprensa para homenagens e o grande anúncio dos trabalhos vencedores. O evento marcou as comemorações dos 20 anos do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (CBH-PCJ), os 10 anos do PCJ FEDERAL e os cinco anos do Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba-Jaguari (CBH-PJ).

Todos os finalistas foram homenageados com o troféu da premiação e diploma de participação, além do prêmio em dinheiro concedido aos primeiros e segundo lugares de cada categoria, de R$ 5 mil e R$ 3 mil, respectivamente. Na categoria Jornalismo Impresso – Jornal, André Luís Cia, da Gazeta de Piracicaba, conquistou a primeira colocação com o texto “Reflexos de vida no Rio Piracicaba/Histórias cruzadas no Véu da Noiva”. Já na categoria Jornalismo Impresso – Revista, o trabalho vencedor foi de Mônica da Costa e Teresa Maria Barbosa Rezende, de Taubaté (SP), da Revista Pelas Águas do Paraíba, com a cobertura “RIO+20: Local é global e global é local – Governança das Águas e Comitês de Bacias são destaques de evento paralelo”.

Entre os finalistas da categoria Jornalismo Institucional, o primeiro lugar ficou com Manuel Alves Filho, do Jornal da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), com o material “Potável, porém contaminada”. Dos três alunos da FAAT – Faculdades Atibaia que concorreram à categoria Trabalho Universitário, o maior prêmio ficou para Maria Cleidiane Ribeiro Soares, com o trabalho “Canalização do Rio Cachoeira gera polêmica em Piracaia”.

 

Os materiais foram avaliados por sete especialistas em meio ambiente, água e comunicação, a partir da qualidade editorial, da contextualização e pluralidade dos aspectos sociais, políticos, econômicos e ambientais, a profundidade da abordagem do conteúdo e do interesse público. A avaliação foi feita mediante atribuição de notas de 0 a 10 pelos membros da Comissão Julgadora a cada um dos trabalhos inscritos. A média final foi representada pela somatória dos pontos de cada participante dividida pelo número de jurados da categoria.

A Comissão Julgadora foi composta por Flávia Braga Rodrigues, da Coordenadoria de Recursos Hídricos de São Paulo; Liana John, do projeto Planeta Sustentável; Efraim Netto, do site Mercado Ético e da Secretaria Geral da Presidência da República; Claudia Dianni, da Agência Nacional de Águas; José Pedro Soares Martins, escritor especializado em meio ambiente; Manuel Manrique, da ONU Habitat e Rui Gonçalves, da Globo News.

 

CLASSIFICAÇÃO DOS PREMIADOS POR CATEGORIA

Categoria Jornalismo Impresso – Jornal:

1º. Lugar – André Luís Cia – “Reflexos de vida no rio Piracicaba/ Histórias cruzadas no véu da noiva” – Gazeta de Piracicaba      

2º. Lugar – Simone Cristina Lisboa de Oliveira – “Reuso de água é estratégia das indústrias para evitar a escassez” e “Lodo de esgoto se transforma em fertilizante orgânico na agricultura”- Jornal de Jundiaí

3º. Lugar – Claudete Campos – “Eficiência de ETEs” – Jornal de Piracicaba

Categoria Jornalismo Impresso – Revista:

1º. Lugar – Mônica da Costa e Teresa Maria Barbosa Rezende – “RIO+20: Local é global e global é local – Governança das Águas e Comitês de Bacias são destaques de evento paralelo” e “Construção do Sistema de Gerenciamento de Recursos Hídricos” – Revista Pelas Águas do Paraíba/Taubaté

2º. Lugar – Raquel Silveira Bazzo – “Versatilidade torna formas plásticas ideais para obras de Saneamento” – Revista TAE

3º. Lugar – (Empate) – Sônia Maria Araripe de Oliveira Meyohas – “Especial Água” – Plurale em Revista (Rio de Janeiro) e Leandro Mariani Mittmann – “Agricultura praticada com respeito à água” – Revista A Granja (Porto Alegre/RS)

 

Categoria Jornalismo Institucional:

1º. Lugar – Manuel Alves Filho – “Potável, porém contaminada” – Jornal da Unicamp    

2º. Lugar – Andréa Palhardi Bombonatti – “O novo verde da Vila” – Site da Prefeitura Municipal de Capivari

3º. Lugar – Ana Paula Buzolin – “Eco Opinião – Rio de Piracicaba” – TV Opinião/Araras

Categoria Trabalho Universitário:

1º. Lugar – Maria Cleidiane Ribeiro Soares – “Canalização do Rio Cachoeira gera polemica em Piracaia” – FAAT – Faculdades Atibaia/Jornal Laboratório Matéria Prima

2º. Lugar – Fernanda Domingues – “Assoreamento é o principal problema do Rio Atibaia” – FAAT – Faculdades Atibaia/Jornal Laboratório Matéria Prima

3º. Lugar – Lucas Gabriel Santiago Rangel – “Água de qualidade não garante contrapartidas a municípios” – FAAT – Faculdades Atibaia/Jornal Experimental Matéria Prima

Sérgio Razera (Diretor-Presidente da Agência  PCJ); 1º lugar - Manuel Alves Filho (Jornal da Unicamp/Campinas); 3º lugar - Ana Paula Buzolin (TV Opinião/Araras);   Gabriel Ferrato (Prefeito de Piracicaba e Presidente do CBH-PCJ e PCJ FEDERAL); 2º lugar - Andréa Palhardi Bombonatti e Cintia Tavares (Site da Prefeitura Municipal de Capivari) e Jefferson Benedito Rennó (Prefeito de Sapucaí Mirim/MG e Presidente do CBH-PJ)

Sérgio Razera (Diretor-Presidente da Agência PCJ); 1º lugar – Manuel Alves Filho (Jornal da Unicamp/Campinas); 3º lugar – Ana Paula Buzolin (TV Opinião/Araras); Gabriel Ferrato (Prefeito de Piracicaba e Presidente do CBH-PCJ e PCJ FEDERAL); 2º lugar – Andréa Palhardi Bombonatti e Cintia Tavares (Site da Prefeitura Municipal de Capivari) e Jefferson Benedito Rennó (Prefeito de Sapucaí Mirim/MG e Presidente do CBH-PJ)

CapivariOnline no Face